Bento XVI diz que gostaria de visitar a Terra Santa

O papa fez também um apelo aos 'responsáveis das nações' para que ofereçam paz a seus povos

Ansa,

19 de junho de 2008 | 14h36

apa Bento XVI afirmou que espera poder visitar a Terra Santa, e que reza "ardentemente" para que a viagem se concretize.   Bento XVI fez essas declarações ao receber no Vaticano os participantes da assembléia da Reunião das Obras para Ajuda às Igrejas Orientais (Roaco), associação que organiza o apoio aos cristãos do Oriente Médio.   Dirigindo-se às comunidades cristãs de ritual latino e oriental da Terra Santa, o Papa disse compartilhar "suas provações e suas esperanças". "Rezo ardentemente para poder visitá-la em pessoa, como rezo também para que alguns sinais de paz, que saúdo com imensa confiança, se concretizem", acrescentou o papa.   Bento XVI fez também um apelo aos "responsáveis das nações" para que ofereçam "ao Oriente Médio, em particular à Terra de Jesus, ao Líbano e ao Iraque, a desejada paz e estabilidade social em respeito aos direitos fundamentais da pessoa, incluindo uma real liberdade religiosa".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.