Bento XVI realiza sua primeira viagem à África

De Camarões seguirá para Angola para comemorar o aniversário de 500 anos da evangelização deste país

Efe,

26 de janeiro de 2009 | 14h54

O papa Bento XVI viajará entre os dias 17 e 23 de março para Camarões e Angola em sua primeira viagem à África e a 11ª que realiza pelo mundo, informou nesta segunda-feira, 26, oficialmente o Vaticano.   Bento XVI entregará em Camarões aos representantes das Conferências Episcopais da África o Instrumentum laboris (documento de preparação) da II Assembleia Especial do Sínodo para a África que será realizada em outubro do ano que vem no Vaticano.   De Camarões seguirá para Angola para comemorar o aniversário de 500 anos da evangelização deste país africano.   Esta será a primeira viagem de um papa para este continente em 11 anos, quando em 1998 João Paulo II pisou pela última vez na África, visitando naquela ocasião - março de 1998 - a Nigéria para beatificar Cyprian Michael Iwene Tansi, um monge nigeriano que morreu em Londres em 1964.   Segundo o comunicado da assessoria, durante a viagem, de uma semana, o Pontífice irá fazer 12 discursos, três homilias e várias mensagens de saudações. Também estão previstos encontros com chefes de Estado, representantes da Igreja católica e de outras crenças cristãs, além de expoentes da comunidade muçulmana e dos movimentos católicos pela promoção das mulheres.   O Papa sairá de Roma, Itália, às 10h locais do dia 17, com destino a Yaoundé, capital dos Camarões, onde deve chegar às 16h locais do mesmo dia. Os encontros com autoridades locais estão marcados para o dia seguinte, 18.   Bento XVI também assistirá a uma missão privativa na Capela da Nunciatura Apostólica de Yaondé antes de se encontrar com o presidente camaronês, Paul Biya. À tarde encontrará bispos locais e outros religiosos.   No dia 19, o Papa será recebido por representantes da comunidade muçulmana camaronesa e, depois de uma missa, visitará o centro de desabrigados local. No mesmo dia, se reunirá com membros do Conselho Especial para a África do Sínodo dos Bispos.   No dia 20, partirá para a Angola, aonde chegará às 12h45 locais, segundo a programação oficial. Em Luanda, o Papa encontrará o presidente angolano, José Eduardo dos Santos; autoridades políticas, civis e bispos de Angola e São Tomé e Príncipe. Também se reunirá com jovens africanos.   No domingo, dia 22, celebrará o Angelus na Esplanada de Cimangola. No dia seguinte, 23, após uma missa e uma cerimônia de despedida, o Papa retornará à Itália. Sua chegada está prevista para as 18h locais.

Tudo o que sabemos sobre:
religiãoBento XVIÁfrica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.