Gregorio Borgia/AP
Gregorio Borgia/AP

Bento XVI torna a dizer que 'bem comum' deve ser prioridade na política

Pronunciamento foi feito após missa pela canonização de seis novos santos na Praça de São Pedro

ANSA,

17 de outubro de 2010 | 09h00

CIDADE DO VATICANO - O papa Bento XVI afirmou neste domingo, 17, que a busca pelo "bem comum" deve ser "a referência segura" dos compromissos na sociedade e na política, durante o Angelus pronunciado após a missa pela canonização de seis novos santos na Praça de São Pedro.

 

"Pensando na Itália, devo salientar que hoje em Reggio Calábria [sul do território] se conclui a 46ª Semana Social dos Católicos Italianos, que traçou uma agenda de esperança para o futuro do país", comentou o Pontífice.

 

O chefe de Estado do Vaticano também dirigiu "uma cordial saudação" aos participantes da convenção, e desejou "que a busca pelo bem comum constitua sempre a referência segura para o empenho dos católicos na ação social e política".

 

Antes de iniciar o Angelus, Bento XVI saudou em diversas línguas os fieis e delegações oficiais presentes à canonização do polonês Stanislaw Kazimierczyk Soltys; do canadense Alfred (André) Bessete; da espanhola Cándida María de Jesús (Joana Josefa) Cipitria y Barriola; da australiana Mary Helen (Maria da Cruz) MacKillop; e das italianas Giulia Salzano e Battista Camilla da Varano.

 

Ainda nesta semana, em uma mensagem pelo início da Semana Social dos Católicos Italianos, o Papa havia renovado o "apelo para que surja uma nova geração de católicos, pessoas interiormente renovadas que se comprometam na atividade política sem complexos de inferioridade".

 

Na ocasião, ele indicou a necessidade de "um caminho de formação intelectual e moral que, partindo das grandes verdades sobre Deus, o homem e o mundo, ofereça critérios de julgamento e princípios éticos para interpretar os bens de todos e de cada um".

Tudo o que sabemos sobre:
VaticanocanonizaçãoPapa Bento XVI

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.