Bird e WWF reforçam aliança de combate ao desmatamento

O Fundo Mundial para a Natureza (WWF, em inglês) e o Banco Mundial (Bird), sócios desde 1998 na iniciativa de combater o desmatamento, estimado em 14 milhões de hectares ao ano, planejam criar mais áreas protegidas e promover uma melhor utilização das matas fora das zonas preservadas. O anúncio foi feito no Fórum das Nações Unidas sobre Florestas, encontro anual sobre a conservação e preservação de matas realizado na sede da ONU em Nova York. Esta aliança ambiental visa principalmente os trópicos, onde o desmatamento continua sendo um grande problema, disse Claude Martin, diretor-geral da WWF. "Bosques valiosos, ecológica e economicamente, em locais como o extremo leste da Rússia, as terras baixas da Sumatra e as selvas tropicais do Amazonas e Congo estão desaparecendo rapidamente pelo corte ilegal de madeira e a formação de pastos", disse Martin.

Agencia Estado,

26 de maio de 2005 | 02h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.