Blair tenta atrair Bush para protocolo alternativo

O primeiro-ministro britânico, Tony Blair, está buscando uma alternativa para incluir os Estados Unidos no esforço mundial contra o aquecimento global e as mudanças climáticas, já que o presidente George W.Bush, reeleito para mais quatro anos, continua irredutivelmente contra o Protocolo de Kyoto.Blair já falou com Bush sobre o assunto, segundo informa nesta quinta-feira o The Times, e ofereceu ao presidente americano uma saída através de um tratado internacional de caráter científico, que estabeleceria projetos de estudos sobre as mudanças climáticas globais e suas ameaças.Para Bush, a alternativa poderia aliviar as pressões internacionais sem obrigá-lo a mudar de posição. Bush é contra o Protocolo de Kyoto, basicamente, porque o tratado firmado em 1987 tem impacto direto sobre a atividade produtiva dos países desenvolvidos, que assumem metas de redução na emissão de gases causadores do efeito estufa.Blair tem interesse especial na adesão dos Estados Unidos ao esforço contra o aquecimento global. Os americanos são os maiores emissores de gases, com 36,1% do total, e sua contribuição na redução tende a ser muito relevante.Além disso, o Reino Unido é um dos pontos do planeta mais seriamente ameaçados pelas mudanças climáticas previstas. Blair vem buscando assumir o papel de líder dos esforços para reduzir as emissões, e já anunciou que esta será uma de suas principais bandeiras quando assumir a presidência do G-8, no ano que vem. leia mais

Agencia Estado,

09 de dezembro de 2004 | 14h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.