Bombeiros resgatam jacaré, gaviões e pingüim no Rio

Apesar do domingo chuvoso, de pouco movimento nas praias, a unidade do Corpo de Bombeiros responsável pelo salvamento marítimo na Barra da Tijuca (zona oeste) ficou cheia. Só que de animais. Filhotes de jacaré, gavião e um pingüim foram resgatados ontem em diferentes pontos do bairro e também em Magé, na Baixada Fluminense.No posto 4, os salva-vidas encontraram um pingüim. Foi o 50º resgatado nos últimos três meses na orla da cidade. Debilitado, ele foi encaminhado ontem, junto com os demais animais, para o Zoológico de Niterói, onde funciona um centro de reabilitação. Para o comandante do 2º Grupamento Marítimo (G-Mar), Fábio Osawa, a recuperação do pingüim é certa, mas o mesmo não pode ser dito de um dos três filhotes de gavião. "Eles caíram do ninho. Um está muito mal. Não deve sobreviver".Com um metro de comprimento, o filhote de jacaré escapou de um atropelamento e está, aparentemente, bem, segundo o comandante. Para ele, o inusitado de encontrar o animal em terra pode ser explicado pelo crescimento acelerado das construções no bairro. "Os imóveis estão se multiplicando e isso deve estar fazendo que com eles sejam expulsos do habitat natural deles".

Agencia Estado,

02 de outubro de 2005 | 17h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.