Brasileiro ganha Prêmio Mercosul de C&T

A primeira edição do Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia, que teve o tema ?Energia?, já tem seus vencedores. O pesquisador brasileiro Paulo Anselmo Ziani Suarez, professor da Universidade de Brasília (UnB), é o primeiro colocado da categoria Jovem Pesquisador, para cientistas até 35 anos.O concurso premiou os trabalhos que apresentaram potencial em contribuir para o desenvolvimento científico e tecnológico dos países membros. A idéia é revelar novos talentos e, ao mesmo tempo, incentivar o processo de integração regional entre os países do Mercosul.Suarez concorreu com a pesquisa Contribuições do Laboratório de Materiais e Combustíveis da UnB no desenvolvimento de processos para obtenção de combustíveis alternativos a partir de óleos vegetais. O pesquisador receberá US$ 5 mil em dinheiro, além de uma placa e um certificado.?O estudo envolve a criação de novas ferramentas para a transformação de óleos vegetais em combustíveis que poderão substituir o diesel?, explicou Suarez. ?Foram desenvolvidos novos catalisadores para facilitar as reações de craqueamento e transesterificação durante a produção de biodiesel e diesel vegetal.?Na categoria integração, o trabalho premiado foi Células de combustível de óxido sólido para geração de energia elétrica operáveis em mesclas metano-ar, de autoria de uma equipe de pesquisadores argentinos e brasileiros.O 1.º Prêmio Mercosul de C&T contou com a participação de pesquisadores do Brasil, da Argentina, do Paraguai e do Uruguai.

Agencia Estado,

16 de maio de 2005 | 10h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.