Brasileiros se preocupam com impactos ambientais, diz ONU

Estudo aponta que maioria da população deixaria de comprar de empresas que não se preocupam com o tema

Manuel Cunha Pinto, estadao.com.br

14 Julho 2010 | 19h32

A maioria da população brasileira deixaria de consumir produtos de empresas que ignoram impactos ambientais. Pelo menos é o que indica um relatório divulgado ontem (13) pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), estudo que ainda afirma que 90% dos brasileiros dizem estar conscientes da perda de biodiversidade.

 

A constatação caminha junto com a ideia de que a sustentabilidade é uma questão cada vez mais marcante na cadeia de consumo. "O 'verde' é hoje um fator importante na hora da escolha, como o preço e a beleza", explica Lígia Krás, analista de tendências da Mindset/WGSN. A preferência pelo que é ambientalmente correto, segundo a especialista, não é algo temporário. "A sustentabilidade não é apenas uma moda, algo que vá passar", acredita.

 

A força do ponto ambiental no consumo brasileiro se destaca ainda mais pelos dados da Pnuma que mostram que a preocupação com o declínio da biodiversidade mundial aflige apenas 20% da população da Europa Ocidental.

 

 

Mais conteúdo sobre:
consumo meio ambiente sustentabilidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.