Bush anuncia plano para ir "adiante no Universo"

O presidente dos EUA, George W. Bush, anunciou sua proposta para enviar o homem novamente à Lua por volta 2015, e a partir dali a Marte e a outros pontos do espaço. "É o momento para os Estados Unidos darem o passo à frente. Anuncio um novo plano para explorar o espaço e para que haja a presença humana pelo sistema solar", disse o presidente durante pronunciamento na sede da agência espacial americana, Nasa. Os críticos descrevem o plano como uma extravagância cara de cunho eleitoreiro. Bush tenta se reeleger nas eleições de novembro. Durante seu discurso, o presidente também afirmou que planeja retirar os EUA do projeto da Estação Espacial Internacional por volta de 2010 e, nessa mesma época, aposentar a frota de ônibus espaciais, criando em seu lugar uma nova nave, chamada de Veículo de Exploração Tripulada, para levar astronautas até a órbita da Terra e até a Lua."A experiência e o conhecimento conquistados na Lua vão ser a base para missões tripuladas além da Lua, a começar por Marte", disse. Segundo Bush, a presença prolongada do homem na Lua "vai capacitar astronautas a desenvolver novas tecnologias e... os recursos abundantes da Lua permitirão explorações tripuladas em ambientes mais desafiadores", disse.Bush apresentou a visão menos de um ano após a perda do ônibus espacial Columbia e da tripulação de sete astronautas. O presidente disse que o gasto inicial será de US$ 12 bilhões pelos próximos cinco anos, mas apenas US$ 1 bilhão em dinheiro novo. Isso significa que mesmo se Bush vencer a eleição deste ano, seu sucessor a partir de 2009 terá de encontrar a verba para manter o esforço, que provavelmente chegará às centenas de bilhões de dólares.

Agencia Estado,

14 de janeiro de 2004 | 18h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.