sidney23/Pixabay
sidney23/Pixabay

Cães tentam se comunicar com humanos por expressões faciais, diz estudo

Pesquisadores compararam o comportamento de cachorros quando eram alimentados com o momento em que olhavam só a ração

O Estado de S.Paulo

19 Outubro 2017 | 17h02

PORTSMOUTH - Os cachorros tentam se comunicar com os seres humanos através de expressões faciais, de acordo com dados de uma pesquisa da Universidade de Portsmouth, no Reino Unido. Os pesquisadores compararam qual a reação facial dos animais domésticos quando viam seres humanos que os alimentavam ou quando olhavam apenas sua ração.

+++ Polícia resgata 135 cães vítimas de maus-tratos em canil de Osasco

"Os cães não respondem com mais emoções faciais quando enxergam a comida. Eles produzem mais expressões quando querem se comunicar, e não só quando estão excitados", disse um porta-voz do estudo.

+++ 'Bandida perigosa': cadela rouba ração para alimentar outros cachorros

O chefe da equipe que conduziu a pesquisa, Juliane Kaminski, confirmou que a produção de expressões faciais nos cães "depende muito mais de quando um ser humano os olha do que quando são confrontados com algum alimento".  

+++ Cadela Martha ganha concurso de 'cachorro mais feio do mundo'

"Agora, podemos ter certeza de que a expressão facial dos cães é sensível à atenção humana e que estas expressões são, potencialmente, uma tentativa de comunicação, e não apenas simples visualizações emotivas", afirmou Juliane.

+++ Câmara aprova projeto que proíbe sacrifício de cães e gatos sadios no País

 

Os pesquisadores analisaram o comportamento de 24 animais domésticos, de raças diferentes, com idades entre 1 e 12 anos.

As expressões dos cães foram filmadas em várias situações e mapeadas por um programa de inteligência que reconhece os músculos faciais. /ANSA

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.