Calendário orienta queimadas para evitar incêndios florestais

O Ministério do Meio Ambiente criou um calendário para orientar as queimadas em propriedades rurais de Roraima, num esforço para reduzir incêndios florestais no Estado. Dez mil calendários com a programação das queimas serão distribuídos aos produtores rurais, que devem contar também com apoio de grupos de queima controlada, formados por famílias de agricultores treinadas e equipadas pelo Ibama.Pelo menos 960 famílias, segundo a Agência Brasil, serão habilitadas a trabalhar na prevenção a incêndios em seis municípios com altos índices de focos de calor e considerados prioritários: Alto Alegre, Amajari, Cantá, Caracaraí, Iracema e Mucajaí. O Programa de Prevenção e Controle de Queimadas e Incêndios Florestais, lançado em setembro passado, prevê também a criação e de 14 brigadas municipais de combate ao fogo.BombeirosOs bombeiros de Roraima participaram da elaboração do calendário de queima controlada, que abrange até o mês abril. Em janeiro, a queima esteve liberada nos municípios de Rorainópolis, Caroebe, São João da Baliza e São Luiz do Anauá, segundo o ministério. Em fevereiro, será a vez dos municípios de Iracema, Alto Alegre (até o fim do mês) e Caracaraí (até março).O programa de queima controlada servirá de modelo aos demais estados da Amazônia Legal, segundo a Agência Brasil. Os produtores também podem se informar sobre o cronograma pelos fones 0800-618080, 95-623-9513, 95-532-1462, 95-238-1698 e 95-238-1633.

Agencia Estado,

30 de janeiro de 2004 | 18h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.