Cama arrumada tem mais ácaros, afirmam cientistas

Crianças e adolescentes ganharam um bom argumento para tentar convencer seus pais de que não precisam - e nem mesmo deveriam - arrumar suas camas. Um estudo feito na Universidade de Kingston, em Londres, afirma que camas desarrumadas têm menos ácaros.Segundo Stephen Pretlove, que dirigiu a pesquisa, os ácaros apreciam uma cama bem feita pela manhã porque, além de encontrarem ali resíduos de pele humana para se alimentar, têm um ambiente arejado o suficiente para sobreviver."Sabemos que os ácaros só sobrevivem captando partículas de água da atmosfera, através de pequenas glândulas especializadas na superfície do seu corpo, e isso fica menos possível quando a roupa de cama está amontoada, porque diminui a umidade do ar entre elas e o colchão", explicou Pretlove. "Nestas condições, eles morrem."Os filhos mais espertos podem usar até números para tentar convencer seus pais: segundo o estudo, tão logo façam a última dobra bem-feita no lençol pela manhã, a cama começará a ser invadida por ácaros, chegando a uma população de cerca de 1,5 milhão de indivíduos.Os ácaros e seus dejetos são considerados causadores de doenças respiratórias que vão desde irritações, rinite, alergias e asma. Pretlove e sua equipe lembram que o Reino Unido gasta cerca de US$ 1,3 bilhão por ano no tratamento de doenças causadas por ácaros.Se os pais vão concordar com os filhos, agora com algum amparo científico, ou tentar soluções higiênicas mais radicais, ainda não se sabe.

Agencia Estado,

23 de janeiro de 2005 | 12h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.