Camarão tem 200 milhões de anos

Uma espécie de crustáceo, o camarão-girino, é o ser vivo mais antigo que ainda vive, afirmaram cientistas escoceses. Duas colônias do Triops cancriformis foram encontradas em uma reserva natural de Caerlaverock, no sul do país. Comparações com fósseis mostram que o animal não evoluiu desde a época em que dinossauros ainda viviam. / EFE

, O Estado de S.Paulo

31 Julho 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.