Camisinha é aceitável em alguns casos, diz Bento 16

O uso de camisinha para impedir que a Aids se espalhe pode ser justificado em certos casos limitados, disse o papa Bento 16 em um livro que será publicado na próxima semana.

REUTERS

20 Novembro 2010 | 15h48

Em trechos publicados no jornal do Vaticano neste sábado, o papa menciona o exemplo do uso de camisinha por prostitutas como "o primeiro passo para a moralização", mas diz que os preservativos "não são realmente a maneira de lidar com o mal da infecção por HIV".

Embora alguns líderes católicos também tenham falado sobre o uso limitado de camisinhas em casos específicos para impedir o contágio pela Aids, essa é a primeira vez que o papa menciona a possibilidade.

(Reportagem de Philip Pullella)

Mais conteúdo sobre:
PAPA CAMISINHA ACEITA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.