Campinas discute lei municipal contra plantio e comércio de transgênicos

A exemplo do Paraná, que discute uma legislação estadual de proibição à produção, transporte e comércio de transgênicos, em algumas cidades circulam propostas de restrição municipal aos organismos geneticamente modificados. Em Campinas, um projeto de lei contra o plantio, exceto para pesquisa, e o comércio de transgênicos, de autoria do vereador Paulo Bufalo (PT) já foi aprovado quanto à sua legalidade. E deve ser votado logo após um debate público, agendado para o próximo dia 14 de outubro, na Câmara Municipal.Via Internet, circula um abaixo assinado entre os cidadãos de Campinas, apoiando o projeto de lei e ?em favor de um movimento planetário de prevenção aos riscos representados pelos transgênicos, para a saúde humana e para a biodiversidade e meio ambiente em geral, além de suas sérias implicações em termos éticos, sociais, econômicos e culturais?. A carta ainda aponta diversas pesquisas, realizadas em universidades norte americanas e canadenses, sobre o desenvolvimento de resistências, em pragas e ervas daninhas, aos genes transferidos justamente para combatê-las.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.