Canadá inicia maior temporada de caça às focas

Cerca de 12.000 caçadores, armados com rifles e lanças, lançaram-se à costa gelada do Canadá na maior caça à foca do mundo, em meio a protestos contra a matança que deverá render US$ 20 milhões. Os caçadores estão autorizados a abater 350.000 focas jovens neste ano, a maior quantidade de focas destinadas à caça desde que o governo começou a controlar a atividade, nos anos 60. A população de focas está em 5,2 milhões, e as peles estão cotadas a US$ 50 cada.A caçada à foca nas costas de Terra Nova e Labrador causou indignação internacional a partir dos anos 60, quando foram divulgadas imagens de bebês-foca sendo golpeados com bastões até a morte. Os protestos da época levaram à proibição do comércio de pele branca de foca - apenas as focas muito jovens são dessa cor - e a um boicote contra exportações canadenses em várias partes do mundo.Muitos países, incluindo os EUA, ainda consideram ilegal a importação de pele de foca, mas o governo canadense voltou a apoiar a atividade como forma de ajudar a economia das cidades costeiras, embora sob forte regulamentação. Os principais mercados importadores são Noruega, Dinamarca e China.

Agencia Estado,

12 de abril de 2004 | 20h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.