Cancelada expedição francesa ao Ártico em dirigível

Acidente destrói o veículo que seria usado pelo explorador Jean-Louis Etienne, em março

EFE,

22 de janeiro de 2008 | 16h33

A expedição planejada pelo explorador francês Jean-Louis Etienne, para sobrevoar o Oceano ártico em um dirigível pela primeira vez desde 1926, está "cancelada", depois que o aparelho sofreu um acidente em Tourettes, na França. Não houve vítimas. Etienne, de 60 anos, foi o primeiro homem a chegar sozinho ao pólo norte, feito registrado em 1986, a bordo de um trenó.   O dirigível com que o explorador pretendia sobrevoar o Ártico, a fim de medir a espessura do gelo sobre o mar, afetada pelo aquecimento global, sofreu danos graves ao colidir com uma casa, em meio a ventos de 120 km/h. O envelope de gás do veículo se soltou da estrutura do aparelho.    O motor e a gôndola caíram no jardim e na porta da casa atingida.   A missão, que vinha sendo planejada há três anos para celebrar o Ano Polar Internacional 2007-2008, deveria partir de Paris em março.

Tudo o que sabemos sobre:
árticodirigível

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.