Caravana Mergulhão visita mais duas comunidades

São João e São Sebastião do Itapani são as duas próximas comunidades do município de Silves, no Amazonas, a receber a visita da Caravana Mergulhão, a partir de amanhã (6/12). A caravana é um projeto elaborado pela entidade ambientalista WWF-Brasil e Associação de Silves pela Preservação Ambiental e Cultural (Aspac) cujo objetivo é apoiar o desenvolvimento de ecoturismo, produção e comercialização de artesanato, extrativismo sustentável e educação ambiental. Técnicos do WWF e da Aspac vão fazer diversas visitas às 13 comunidades localizadas nas margens ou proximidades do Lago Canaçari, sempre nos finais de semana, até maio de 2003, para definir as metas específicas de cada comunidades e auxiliar na implantação de infraestrutura e/ou capacitação dos moradores. A caravana já realizou duas viagens, em novembro, e, ainda deve visitar as comunidades de Cristo Rei do Anebá, Nossa Senhora da Conceição da Baixa Funda, São José Pampolha e Santa Luzia do Sanabani, até o próximo dia 22 de dezembro. No total, o município de Silves, onde ficam estas comunidades, tem 6.920 habitantes, a grande maioria vivendo de pesca e pequenas roças, junto ao Lago Canaçari, que é maior do que a Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro.Em cada comunidade, os moradores interessados se reúnem e produzem mapas com as potencialidades locais, indicando locais de pesca, passeio, praias ou de observação de fauna e flora, para onde eventualmente poderiam levar futuros ecoturistas. Na comunidade de São Sebastião de Sanabani, por exemplo, existe uma festa tradicional, no dia 26 de janeiro, dia do padroeiro da comunidade, com potencial para se transformar numa atração turística. Nas outras áreas, a floresta de igapó e a possibilidade de avistar aves e animais silvestres é o chamariz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.