Cargueiro espacial Julio Verne altera órbita da ISS

A órbita da ISS é elevada três ou quatro vezes por ano, em uma manobra de correção

Efe

23 de julho de 2008 | 20h57

O veículo espacial europeu Julio Verne alterou nesta quarta-feira, 23, em sete quilômetros a órbita da Estação Espacial Internacional (ISS), segundo informou o Centro de Controle de Vôos Espaciais (CCVE) da Rússia. O escritório da Agência Espacial Européia (ESA) em Moscou afirmou que os propulsores de Julio Verne foram ativados para elevar a altura da ISS em 7,2 quilômetros e situar a plataforma a 351 quilômetros da superfície terrestre. "Segundo as primeiras informações, tudo ocorreu como previsto. Os dados exatos da nova órbita serão conhecidos dentro de várias horas, quando a ISS terá dado várias voltas ao planeta", disse o representante da ESA na Rússia, Serguei Suvorov. A órbita da ISS é elevada três ou quatro vezes por ano, em uma manobra de correção que até pouco tempo utilizava as naves americanos e russas.

Tudo o que sabemos sobre:
issciência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.