Cartilagem de tubarão é ineficaz contra câncer

Oncologistas americanos afirmam que o uso de cartilagem de tubarão no tratamento contra o câncer avançado é ineficaz e, em alguns casos, provoca forte intoxicação nos pacientes.Em um estudo publicado na revista Cancer, o oncologista Charles Loprinzi, da Clínica Maio, e médicos do Grupo Norcentral de Tratamento contra o Câncer informaram que não encontraram diferenças na sobrevivência ou na qualidade de vida de pacientes que receberam cartilagem e os que receberam um placebo.O interesse na cartilagem de tubarão surgiu depois que um programa de TV afirmou, em 1993, que pacientes com câncer em estado avançado em Cuba tinham melhorado após receberem o tratamento.Posteriormente, o Instituto Nacional do Câncer dos EUA informou que os resultados dos estudos feitos em Cuba sobre os efeitos da cartilagem eram "pouco impressionantes e incompletos".Para estabelecer um julgamento definitivo sobre o efeito da cartilagem no câncer de mama e de cólon, Loprinzi e seus colegas realizaram um estudo aleatório com pacientes aos quais foi administrada cartilagem e outros que receberam um placebo.Os autores informaram que após um mês houve um número importante de pacientes que tiveram que ser retirados do estudo devido a um forte grau de intoxicação. Também não houve nenhum indício de que a cartilagem ajudasse a melhorar a sobrevivência nem melhorasse a qualidade de vida dos pacientes."Na verdade, algumas medições da qualidade de vida dos pacientes tratados com a cartilagem mostraram uma tendência a piorar", disseram. Concluindo, a cartilagem de tubarão não mostrou nenhuma eficácia nos pacientes com câncer avançado de mama ou de cólon", acrescentaram.

Agencia Estado,

23 de maio de 2005 | 12h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.