Cartilha de segurança na web tem versão 3.0

O Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil (Cert.br), vinculado ao Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), está lançando nesta terça-feira a versão 3.0 da Cartilha de Segurança para Internet.?O documento pretende orientar o usuário doméstico a melhorar seus hábitos de navegação?, disse Klaus Steding-Jessen, analista de segurança do Cert.A cartilha traz dicas de combate a vírus, worms (programas que fazem cópias de si mesmos e danificam o computador) e spywares (programas espiões). Ensina também a evitar fraudes e phishing, golpes que podem revelar senhas de banco e informações confidenciais do internauta.Dividida em oito partes, a publicação contém um glossário de termos específicos e versão para impressão de todos os capítulos. Para facilitar a busca de respostas e tornar a navegação mais rápida, a seção Folder apresenta resumos do conteúdo completo.A primeira versão da cartilha foi lançada em 1999. Em 2003, saiu a edição 2.0, atualizada e com novos conteúdos.?De lá para cá, o cenário de internet mudou muito. O surgimento de tecnologias modernas, como os dispositivos para comunicação entre celulares, tornou as fraudes mais freqüentes e perigosas?, lembra Steding-Jessen.Segundo o analista, o tipo de incidente mais reportado ao Cert.br é a tentativa de fraude. Para ter uma idéia, em 1999 as notificações voluntárias somavam menos de 1% do total de incidentes. Hoje, 45% das queixas relatadas ao centro são de fraude.

Agencia Estado,

06 de setembro de 2005 | 11h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.