Castanha-do-pará pode ajudar a evitar câncer

O mineral selênio, encontrado na castanha-do-pará, pode ajudar a proteger algumas mulheres contra o câncer de mama, de acordo com uma pesquisa. Cientistas da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, acreditam ter descoberto de que forma o selênio interage com o organismo para oferecer proteção.Essa não é a primeira vez que cientistas falam das propriedades curativas do selênio, presente na castanha-do-pará, carne de fígado e rins. Estudos anteriores indicam que ele pode ajudar a reduzir a probabilidade de outros tipos de câncer e alguns associam a substância à diminuição no risco de doenças cardíacas.A pesquisa mais recente comparou a composição genética de amostras de tecido de mais de 500 mulheres que não tinham câncer de mama com a de 79 amostras de tecidos afetados pela doença. Os pesquisadores estavam procurando genes responsáveis pela produção de uma enzima que, eles acreditam, tem propriedades anticancerígenas.A conclusão dos especialistas foi que algumas mulheres - com uma certa configuração genética - talvez se beneficiem de dietas mais ricas em selênio para garantir que sua enzima anticâncer funcione corretamente. Entretanto, os pesquisadores não recomendam a ingestão de selênio como suplemento alimentar, dizendo que a pesquisa ainda está em estágios iniciais. O estudo foi publicado na revista Cancer Research.As informações são do site da BBC em português. Para ler o noticiário da BBC, que é parceira do estadao.com.br, clique aqui.

Agencia Estado,

16 de junho de 2003 | 14h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.