Cern analisa cronograma para reativar o LHC em 2009

'Prioridade para 2009 é conseguir uma data de colisão para os experimentos', disse diretor para aceleradores

da Redação, esatadão.com.br

06 de fevereiro de 2009 | 17h40

A gerência do Cern está analisando recomendações feitas num workshop para a retomada do calendário de atividades do Grande Colisor de Hádrons (LHC). Se aceitas em uma reunião marcada para a segunda-feira, 9, essas recomendações irão garantir que o LHC comece a produzir dados físicos ao final de 2009, funcionando durante o inverno e até o outono de 2010 a uma energia de 5 TeV por feixe.   Veja também:LHC só deve voltar a funcionar no segundo semestre de 2009 Brasileiro explica o experimento na Suíça  Entenda o LHC "Essas recomendações representam a melhor maneira de continuar com o LHC e para o campo de física de partículas em geral", disse Steve Myers, diretor para aceleradores do Cern e presidente do workshop, realizado em Chamonix. Entre os tópicos discutidos em Chamonix estava a causa do incidente que fez o LHC parar em 19 de setembro do ano passado. O incidente foi atribuído a uma falha em uma conexão elétrica entre segmentos do cabo do supercondutor do LHC. Desde a falha, grandes progressos foram feitos para o desenvolvimento de técnicas para detectar qualquer pequena anomalia, diz nota emitida pelo Cern.  Após o acidente, mais duas ligações suspeitas foram identificadas. Uma delas já foi investigada, revelando que a ligação entre os cabos não tinha sido feita corretamente.  "A prioridade do Cern para 2009 é conseguir uma data de colisão para os experimentos, mas com a precaução como o princípio guia", disse Myers. "As recomendações feitas são cautelosas, mas alcançam a meta de começar a rodar ainda esse ano."

Tudo o que sabemos sobre:
LCHCernCiência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.