China admite caso suspeito de gripe em humanos

A China admitiu neste domingo que a menina de 12 anos morta no mês passado em uma região de aves afetadas pelo vírus da gripe aviária pode ter morrido por causa da doença, segundo a agência Xinhua.Os especialistas "não podem descartar a possibilidade da transmissão humana da gripe aviária. É necessário realizar mais testes de laboratório para determinar a causa", diz a agência estatal.Segundo a Xinhua, as autoridades pediram ajuda à Organização Mundial da Saúde (OMS) para chegar a um diagnóstico preciso.A garota Eis Yin morreu em meados de outubro com sintomas de gripe aviária. Ela morava na província central de Hunan, onde foi confirmado um foco entre aves.A menina e seu irmão, de 10 anos, adoeceram após comer carne de um frango que morreu, segundo informou o pai das crianças, Eis Tieguang.No dia 27, em comunicado urgente, as autoridades sanitárias chinesas garantiram que a garota havia morrido de pneumonia aguda e não pelo vírus da gripe aviária.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.