China comemora "boom" de nascimentos de pandas

A China anunciou nesta sexta-feira um "baby-boom" de ursos pandas gigantes, com o nascimento de 25 filhotes, resultado de um esforço de reprodução em cativeiro através de inseminação artificial. Trata-se de um recorde.Os chineses começaram a usar a inseminação artificial para os pandas gigantes nos anos de 1960, quando constataram o risco de extinção da espécie. Foram 38 as fêmeas inseminadas em cativeiro na última primavera chinesa, mas apenas 23 conceberam. Duas delas tiveram gêmeos.A técnica se tornou necessária diante da dificuldade da reprodução natural em cativeiro. Os casais de pandas gigantes não se dão muito bem fora da natureza, e apenas um em cada dez chega a tentar fecundar uma fêmea.As fêmeas, por sua vez, têm baixa capacidade de concepção: apenas 30% delas têm crias de forma natural.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.