China construirá telescópio de meio quilômetro de diâmetro

Capacidade de observação do 'FAST' será 10 vezes maior do que a dos grandes telescópios do mundo

EFE

27 de dezembro de 2008 | 16h06

A China começou a construir na província de Guizhou (sul) um dos maiores telescópios do mundo, com 500 metros de abertura, informou a agência oficial "Xinhua".   As obras do telescópio FAST (sigla em inglês para Telescópio Esférico de 500 metros de Abertura) começaram após 14 anos de preparações, destacou a nota oficial.   Sua inauguração está prevista para 2013, e vai melhorar os conhecimentos espaciais do país asiático, segundo o Observatório Astronômico Nacional da China, responsável pela obra.   Os cientistas chineses asseguram que sua capacidade de observação será 10 vezes maior que a de outros grandes telescópios do mundo, como o de Arecibo (Porto Rico), que tem 300 metros de diâmetro.   A China gastará no projeto cerca de US$ 100 milhões, e com ele espera poder encontrar, por exemplo, entre 7.000 e 10.000 pulsaes (estrelas de nêutrons), frente aos 1.700 que atualmente são captados pelos telescópios existentes. |

Tudo o que sabemos sobre:
chinatelescópio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.