China destina US$ 25 milhões à luta contra gripe aviária

A China anunciou um fundo especial de US$ 25 milhões para a prevenção e controle da gripe aviária. Com o fundo, será criada uma instituição governamental especial para combater a doença que terá a função de supervisionar a prevenção e controle.O governo chinês aprovou 12 novas medidas para prevenir a incidência do vírus H5N1 na China, onde este ano já se registraram sete surtos. Entre as medidas destacadas está aperfeiçoar o monitoramento e informação de surtos. Além disso, foi anunciada a aplicação de ações legais contra as autoridades que atrasarem na hora de informar sobre casos da doença ou esconderem o fato."Vários lugares devem melhorar a resposta de emergência e tomar medidas em caso de novas incidências da epidemia, como sacrifício, esterilização e isolamento", diz o documento aprovado.Em 2003, o surto da Síndrome Respiratória Aguda Severa (Sars) na China espalhou dúvidas na comunidade internacional sobre a capacidade de resposta da China ante epidemias, já que nos primeiros meses as autoridades locais abafaram a verdadeira gravidade da doença.A má gestão da crise levou Pequim a destituir no mesmo dia os então ministro da Saúde chinês, Zhang Wenkang, e o prefeito de Pequim, Meng Xuenong.   leia mais sobre gripe aviária

Agencia Estado,

03 de novembro de 2005 | 12h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.