China detecta foco de H5 "altamente patogênico"

O Ministério da Agricultura chinês anunciou nesta segunda-feira a existência de um novo foco de gripe aviária definido como "altamente patogênico" na província oriental de Anhui, segundo a agência oficial de notícias.Relatório divulgado pela página oficial do Ministério, o novo foco causou a morte de 800 frangos na cidade de Huainan e levou ao sacrifício de outros 126 mil. Com este, sobe para 13 o total de focos registrados na China neste ano (nove deles nos últimos 30 dias).Embora, por enquanto, não tenha sido reconhecido nenhum caso em humanos, há quatro ocorrências suspeitas em estudos. Uma equipe de investigadores da Organização Mundial da Saúde (OMS) chegou à província de Hunan, onde ocorreram três dos casos (entre eles uma menina de 12 anos que morreu em 17 de outubro).Os três casos, no distrito de Xiangtan (onde houve um surto de gripe aviária), são qualificados até o momento pelas autoridades de "pneumonia aguda", embora a OMS e a China continuem fazendo as análises médicas em busca de um diagnóstico definitivo.O vírus H5N1, o tipo mais grave da gripe aviária, afetou 122 pessoas desde 2003, das quais 63 morreram em Vietnã, Tailândia, Indonésia e Camboja.   leia mais sobre gripe aviária

Agencia Estado,

14 de novembro de 2005 | 13h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.