Reprodução
Reprodução

China recruta sete novos astronautas para seu programa espacial

O programa espacial chinês prevê a realização, em 2011, de uma acoplagem no espaço

estadao.com.br

07 Maio 2010 | 16h10

A China recrutou cinco astronautas do sexo masculino e dois do feminino, de acordo com a agência de notícias oficial Xinhua.  Os novos recrutas são todos pilotos militares, com idades entre 30 e 35 anos. Os homens são ex-pilotos de aviões de combate e as mulheres, de transporte.

 

A China iniciou a seleção de astronautas para seu programa espacial em 1998 e, em 2003, enviou o primeiro "taikonauta", Yang Liwei, ao espaço, na nave Shenzhou 5. Em 2005, a Shenzhou 6 levou dois chineses à órbita terrestre.

 

O programa espacial chinês prevê  a realização, em 2011, de uma acoplagem no espaço - a primeira executada pela China.

 

O módulo não-tripulado Tiangong-1 deve ser lançado no primeiro semestre e a nave tripulada Shenzhou 8, no semestre seguinte. As duas estruturas serão conectadas em órbita.

 

Em 2012, as cápsulas Shenzhou 9 e Shenzhou 10 devem ser lançadas e também acoplar com o  Tiangong-1.

 

A China não é membro do grupo de países responsável pela Estação Espacial Internacional (ISS), e já manifestou interesse em estabelecer sua própria base orbital.

 

Entre 2007 e 2009, a China manteve uma sonda em órbita da Lua, a Chang'e 1, que produziu um mapa completo do satélite.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.