Chineses encontraram ruínas de povoado de 2.700 anos

Arqueólogos chineses encontraram uma fileira de casas que teriam sido construídas há 2.700 anos, na província de Shaanxi, no noroeste da China. Entre os objetos encontrados, havia sementes, utensílios de cerâmica e muitas facas de pedra. Segundo a agência estatal chinesa Xinhua, a base das casas era de terra batida.Para o pesquisador Yang Yachang, a descoberta servirá de modelo para novos estudos sobre a cultura residencial das pessoas que viveram na região antigamente.

Agencia Estado,

17 de março de 2005 | 11h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.