Cientista diz ter receita para anticoncepcional masculino

O cientista australiano Mark Baker afirma ter descoberto que o sêmen dos homens inférteis não possuem cinco enzimas. Segundo ele, a descoberta possibilita a invenção de um anticoncepcional masculino.De acordo com a agência Efe, a pesquisa foi subsidiada pela empresa farmacêutica alemã Schering AG. Durante o estudo, Baker, da Universidade de Newcastle, em Nova Gales do Sul, separou as proteínas contidas em cada espermatozóide.As cinco enzimas que não foram encontradas no sêmen de homens inférteis estão sendo examinadas pela empresa farmacêutica e poderão ser usadas como base para o anticoncepcional. Diferente dos estudos feitos até agora, nos quais injeta-se uma mistura de testosterona e progesterona, o método de Baker apenas elimina as enzimas que tornam o esperma fértil.Segundo o cientista, o desenvolvimento do medicamento custaria cerca de 750 milhões de dólares.

Agencia Estado,

09 de março de 2005 | 14h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.