Cientistas anulam gene que faz tumor crescer

Pesquisadores encontraram uma maneira de "desligar" um gene que torna as células cancerígenas tão perigosas. Eles eliminaram tumores incuráveis e altamente agressivos do fígado de camundongos, em apenas quatro semanas. O estudo foi publicado na Nature.A pesquisa, baseada no gene Myc, pode levar a novos tratamentos. Os cientistas britânicos e americanos descobriram como o Myc eleva o ritmo de multiplicação das células cancerígenas.O estudo foi feito em camundongos com células hepáticas geneticamente modificadas. A modificação fazia com que o gene Myc ficasse constantemente "ligado", produzindo uma proteína do mesmo nome.A proteína Myc serve como um condutor, enviando um sinal para que as células se dividam. Células cancerosas produzem muita proteína Myc, o que faz com que elas de multipliquem de maneira descontrolada.O cientistas deram aos animais um antibiótico que desligou o gene e interrompeu a síntese da proteína. Desde que recebessem o tratamento, eles permaneciam saudáveis.O mesmo mecanismo ocorre em outros tipos de câncer, como de mama e próstata.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.