Cientistas britânicos usam bactérias para 'limpar' petróleo

Método de neutralizar toxinas no processo de refinamento pode ser usado também para descontaminar água

Reuters,

07 Setembro 2009 | 11h38

Cientistas britânicos usaram micróbios para livrar o petróleo de toxinas e disseram que a técnica pode ser usada tanto no refinamento quanto na retirada de poluentes remanescente em lagos onde há plataformas de extração, como no Canadá.

 

A pesquisa, publicada nesta segunda-feira, 7, por cientistas da Universidade de Essex, na Inglaterra, mostra que componentes ácidos que podem normalmente levar dez anos para serem quebradas podem ser neutralizadas em poucos dias com a adição de uma mistura de bactérias.

 

"Estivemos observando um pequeno grupo de componentes das toxinas que pudemos neutralizar com o uso de micróbios", disse Richard Johnson, um dos chefes do experimento. "Agora queremos estender a técnica e tentar retirar todos os componentes tóxicos, usando o que aprendemos do grupo menor", acrescentou.

 

"A esperança é que poderemos remover todas as toxinas no processo de refinamento e depois livrar as águas de qualquer contaminação", afirma Johnson, que patenteou a descoberta. "Estamos usando micróbios, o que não é caro e torna o processo relativamente fácil", conclui.

Mais conteúdo sobre:
petróleo ciência pesquisa Essex

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.