Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Cientistas copiam aroma sexual para atrair baratas

Cientistas da Universidade Cornell, de Nova York, armaram uma armadilha para os insetos mais detestados do mundo, as baratas. Wendell Roelofs e seus colegas conseguiram produzir um odor artificial similar ao que as baratas fêmeas usam para atrair os machos quando prontas para acasalar.Os experimentos comprovaram que os machos caem facilmente na armadilha do feromônio artificial, e sua eliminação pode levar a um esgotamento da população de baratas nos locais infestados, dizem os autores do estudo, publicado na revista Science.A estratégia, dizem os pesquisadores, pode ser mais eficaz do que o simples uso de inseticidas. Isto porque, na maioria das vezes as baratas são notadas apenas quando já formaram ninhos em lugares escuros e de difícil acesso, onde mantêm um ritmo acelerado de reprodução.A idéia de eliminar os machos atraindo-os para armadilhas não é nova. O feromônio das baratas e a glândula que o produz já haviam sido identificados em 1993, mas as tentativas de sintetizar a substância fracassaram desde então.A barata é causa de problemas muito como o aumento dos casos de asma e doenças respiratórias. Esses insetos liberam proteínas que costumam provocar reações alérgicas, principalmente em crianças e idosos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.