Cientistas criam óvulos a partir de células-tronco

Pela primeira vez, óvulos humanos em um estágio inicial foram desenvolvidos a partir de células-tronco, em uma pesquisa americana que pode levar ao adiamento da menopausa em até 12 anos.Os pesquisadores da Universidade do Tennessee dizem também que o estudo pode ajudar mulheres com problemas de fertilidade ou casos de menopausa precoce.?A experiência oferece novas estratégias para a preservação dos óvulos, uso de inseminação artificial e o tratamento de fertilização de mulheres?, disse Antonin Bukovsky, responsável pela pesquisa.A produção de óvulos diminui gradualmente nas mulheres até que, na menopausa, ela é insuficiente para gerar um óvulo capaz de ser fertilizado.Coleta fácilOs pesquisadores descobriram que células-tronco retiradas de ovários podem desenvolver novos óvulos. No experimento, foram retiradas células do exterior dos ovários de cinco mulheres com idades entre 39 e 52 anos.As células foram expostas a uma solução estimulante de fenol vermelho em laboratório e completaram o primeiro estágio da divisão necessária para que os óvulos evoluam e se tornem embriões.Os cientistas afirmam que esse tipo de célula pode ser colhido facilmente da superfície dos ovários.Células congeladasEles prevêem que, no futuro, células de mulheres jovens podem ser congeladas, evitando assim os riscos associados com gestações em idades mais avançadas. Uma das maiores autoridades britânicas no assunto, entretanto, disse que as pesquisas nesta área ainda estão no início.?Outras pesquisas já mostraram que é muito difícil transformar óvulos imaturos em viáveis?, diz Simon Fishel, diretor do centro de fertlidade britânico Care Fertility. ?Essa pesquisa ainda se encontra em seus estágios iniciais e precisa ser confirmada.?   leia mais sobre células-tronco

Agencia Estado,

05 de maio de 2005 | 12h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.