Cientistas criam proteção para astronautas contra o vento solar

Pesquisadora diz que é possível criar um buraco nos ventos solares, por onde passariam as naves espaciais

Efe,

28 de janeiro de 2008 | 18h09

Um grupo de cientistas britânicos criou um escudo para proteger as tripulações espaciais dos danos dos ventos solares, o que permitirá aos astronautas uma futura visita a Marte. Segundo o jornal britânico The Guardian, os pesquisadores criaram uma versão em pequena escala do vento solar para estudar como usar os escudos magnéticos da proteção.   A física Ruth Bamford, do laboratório Rutherford Appleton, em Chilton, nos Estados Unidos, afirmou que conta com indícios reais de que se pode criar um "buraco" nos ventos solares, por onde passariam as naves espaciais. A equipe se inspirou no campo magnético da Terra, que funciona como uma capa que protege o planeta dos ventos e das radiações solares, permitindo a vida terrestre.   Ruth indicou que o experimento funcionou "magnificamente", e o próximo passo é construir um aparato com energia suficiente para ativar esse escudo no espaço.   A questão de como lidar com o vento solar adquiriu uma certa urgência devido ao plano internacional "The Global Exploration Strategy", firmado por quatorze agências espaciais para voltar à Lua e enviar as tripulações para lugares mais distantes.   Os ventos solares são correntes de partículas altamente energéticas carregadas, que viajam a uma velocidade maior que a do som e que pode causar câncer, devido às mutações que causam no sistema genético.

Tudo o que sabemos sobre:
ventos solares

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.