Efe
Efe

Cientistas descobrem verdadeiro rosto da rainha Nefertite

Tomografia revelou outra escultura por baixo do famoso busto da esposa do faraó Akhenaton

Efe,

31 de março de 2009 | 15h27

Uma tomografia revelou o verdadeiro rosto da rainha Nefertite, oculto por sua conhecidíssima escultura: tinha rugas nos lábios e nas bochechas, maças do rosto menos proeminentes e um nariz menos imperfeito.

 

Há cerca de 3.300 anos, o artista encarregado de esculpir a beleza da rainha decidiu acrescentar uma nova camada de estuque sobre a primeira versão do busto para adaptá-la aos cânones estéticos da época.

 

Foi o que afirmou nesta terça-feira, 31, uma equipe de pesquisadores do Imaging Science Institute de Berlim na revista científica Radiology.

 

O magnetismo que o busto de Nefertite, esposa do faraó Akhenaton, cultivou em arqueólogos e simples observadores desde 1912, ano em que foi descoberto pelo alemão Ludwig Borchardt em um local entre Luxor e Cairo.

 

Após submeter a escultura a uma tomografia computadorizada espiral de 64 cortes, os pesquisadores não somente descobriram o estado de conservação em que se encontrava a peça, como o verdadeiro rosto da rainha, que a tomografia feita em 1992 não pode detectar.

 

Foto: AP

 

"A tomografia computadorizada mudou de forma importante desde 1992. Agora podemos ter imagens tridimensionais com resolução muito melhor", explica o responsável pela pesquisa, Alexander Huppertz.

 

O busto de Nefertite foi talhado em várias etapas sobre uma base de pedra calcária coberta por capas de estuque de diferentes espessuras e tem fissuras nos ombros, na zona inferior e na parte traseira da coroa.

 

Com esta técnica, "conseguimos muita informação sobre como o busto foi feito há mais de 3.300 anos pelo escultor real. Vimos que a escultura tinha dois rostos ligeiramente diferentes e a partir da interpretação das imagens sabemos como prevenir danos", disse Huppertz.

 

A versão interna do rosto da rainha foi delicadamente talhada sobre a pedra, por isso não foi esculpida para servir de molde. Ele é um rosto muito simétrico e as orelhas diferem pouco da versão final, mas tem menor profundidade na borda das pálpebras, rugas nos lábios e nas bochechas, maças do rosto menos proeminentes e um nariz menos imperfeito.

 

Nefertite foi a esposa do faraó Amenófis IV, mais conhecido como Akhenaton, que instaurou o monoteísmo durante seu reinado com o culto ao sol (Atón) e foi pai de Tutankamon.

Tudo o que sabemos sobre:
NefertiteEgito

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.