Cientistas encontram morango que poderá ser cultivado no espaço

Variedade produz grandes morangos sob pouca iluminação, o que será útil para os astronautas

estadao.com.br

04 Maio 2010 | 16h28

Astronautas talvez venham a ter de cultivar seu próprio alimento em missões prolongadas no espaço. Pesquisadores da Universidade Purdue, financiados pela Nasa, informa ter encontrado uma variedade de morango que poderá ser ideal para essa situação.

Os pesquisadores de horticultura Cary Mitchell e Gioia Massa testaram diversas variedades de morango e encontraram uma, chamada Seascape, que parece ter todos os requisitos para uma lavoura espacial.

 

"O que estamos tentando fazer é cultivar as plantas e minimizar todas as entradas", disse Massa.

 

"Podemos fazer esses morangos crescerem com períodos menores de exposição à luz do que imaginávamos, e ainda conseguir o mesmo rendimento".

 

Os morangos Seascape são neutros em relação ao dia, o que significa que não são sensíveis à duração do período iluminado do dia para florescer.

 

 Foram testados com até 20 horas de luz contínua, no máximo, e dez horas, no mínimo. Embora haja menos morangos com menos luz, os morangos individuais saíram maiores, e com isso o rendimento foi, em média, o mesmo.

 

A descoberta, descrita no periódico Advances in Space Research, dá conta de que o morango cumpre vários dos requisitos definidos pela Nasa para cultivo no espaço.

 

Os pés de morango são pequenos, e se encaixam nas restrições de massa e volume das viagens espaciais. Como, sob pouca luz, os morangos aparecem em menor número, mas ficam menores, os astronautas precisarão trabalhar menos para polinizar e colher as plantas. E se pouca luz é necessária, o consumo de energia da missão cai, o que representa mais uma vantagem.

Mais conteúdo sobre:
espaço nasa astronautas marte asteroide

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.