Cientistas fazem lista de genes ligados à dependência d drogas

Cientistas que trabalham na Chinaidentificaram cerca de 400 genes que parecem tornar algumaspessoas mais suscetíveis à dependência de drogas, o que podeabrir caminho para terapias mais eficazes no controle doproblema. Especialistas acreditam que fatores genéticos respondam poraté 60 por cento da vulnerabilidade de uma pessoa àdependência. O restante seria resultado de fatores ambientais. Os pesquisadores concentraram-se em quatro substânciasviciantes --cocaína, opiáceos, álcool e nicotina-- e mapearamcinco rotas principais, ou "vias moleculares", que levam àdependência, segundo explicaram na revista Plos ComputationalBiology. Descobrir essas vias é importante no estudo de doençascomplexas, já que elas determinam os genes e proteínasenvolvidos. Em doenças como o câncer, as vias ajudam os médicosa fazer diagnósticos e previsões precisas do curso da doença. Sobre a dependência em drogas, os pesquisadores disseram:"Essas vias comuns podem ser a base de mecanismos de recompensae de resposta e podem ser alvos para tratamentos eficazes parauma grande variedade de transtornos da dependência." Os pesquisadores analisaram mais de mil publicações médicasque ligavam genes e regiões cromossômicas à dependência dedrogas nos últimos 30 anos, e criaram uma lista de 1.500 genesrelacionados à dependência. Alguns deles aparecem com maisfrequência que outros nas vias, por isso os cientistasreduziram a lista a 396.

REUTERS

08 de janeiro de 2008 | 14h30

Tudo o que sabemos sobre:
CIENCIADROGASLISTAGENES

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.