Cientistas ganhadores do Nobel recebem prêmio de 2009

A cerimônia de premiação em Estocolmo é seguida por um banquete com políticos e diplomatas

Associated Press,

10 de dezembro de 2008 | 16h25

Pesquisadores que descobriram o vírus da aids e proteínas que brilham no escuro, um economista americano e um escritor francês recebem os prêmios Nobel de ciência e literatura nesta quarta-feira, 10.   Os prêmios de química, física, medicina, literatura e economia são sempre entregues em Estocolmo, em 10 de dezembro, enquanto que o Nobel da Paz é entregue em Oslo, na Noruega, de acordo com os desejos expressos no testamento de Alfred Nobel.   A cerimônia de premiação em Estocolmo será seguida por um banquete onde os agraciados jantam com centenas de convidados, incluindo a família real sueca, professores universitários, políticos e diplomatas. O testamento de Nobel diz que os prêmios devem ser entregues a pessoas que "deram o maior benefício à humanidade" em seus campos de atuação.   O júri do prêmio de medicina citou os franceses Françoise Barre-Sinoussi e Luc Montagnier pela descoberta do vírus da imunodeficiência humana, o HIV. Eles partilham o prêmio com o alemão Harald zur Hausen, que descobriu que o papiloma vírus humano pode causar Câncer de colo do útero.   O japonês Osamu Shimomura e os americanos  Martin Chalfie e Roger Tsien dividem o prêmio de química pela descoberta e desenvolvimento de uma proteína fluorescente. O trabalho ajudou pesquisadores a acompanhar processos como o desenvolvimento de células no cérebro, o crescimento de tumores e a disseminação de células de câncer.   Os cientistas japoneses Makoto Kobayashi e Toshihide Maskawa dividem o prêmio de física com o americano Yoichiro Nambu por avanços teóricos que ajudaram a explicar o comportamento das partículas elementares da matéria.  Nambu, de 87 anos, cancelou a viagem a Estocolmo para receber o prêmio por motivos de saúde e deverá ganhar seu Nobel numa cerimônia em Chicago.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.