Cientistas húngaros anunciam vacina contra gripe aviária

Cientistas da Hungria anunciaram ter desenvolvido uma vacina contra a gripe aviária com resultados positivos tanto na aplicação em pessoas como em animais. O ministro da Saúde húngaro, Jeno Rácz, disse nesta quarta-feira que ele e outras 150 pessoas foram vacinadas há três semanas com um remédio experimental contra o vírus H5N1.O medicamento foi eficaz para evitar o contágio de animais para pessoas, garantiu Racz. "Os resultados são preliminares, mas o remédio é eficaz com uma segurança de 99,9%", disse.Rácz destacou que a vacina não protege contra o possível contágio entre pessoas, já que essa variante do vírus ainda não existe.O ministro afirmou que vários países já se interessaram pelo produto e que 10 milhões de unidades foram encomendadas para exportação.A Hungria fechou suas fronteiras para animais e derivados de carne e penas provenientes da vizinha Romênia em 10 de outubro, depois que as autoridades romenas anunciaram os primeiros casos de gripe aviária naquele país.Vacina francesaNa França, o laboratório de pesquisa do grupo farmacêutico Sanofi-Pasteur está testando em pessoas uma vacina contra a gripe aviária e os resultados podem estar disponível antes do final do ano, informou hoje o jornal Le Figaro.A vacina está sendo experimentada em centenas de pessoas desde maio com o objetivo de determinar, entre outras coisas, as doses necessárias, informou o laboratório.O produto está sendo fabricado em instalações na localidade de Val-de-Reuil, protegida pelas forças de segurança francesas por seu caráter estratégico. A fábrica funcionou a pleno vapor nos últimos meses e fabricou, até agora, 2 milhões de doses encomendadas pelo governo, armazenadas em local secreto.O laboratório teve que obter autorização tanto das instâncias sanitárias francesas como das encarregadas do controle de transgênicos, já que a vacina contém organismos geneticamente modificados.Sanofi-Pasteur também ganhou outra licitação nos Estados Unidos para produzir uma vacina contra a gripe aviária.   leia mais sobre gripe aviária

Agencia Estado,

19 de outubro de 2005 | 16h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.