Cientistas isolam gene ligado a ataque do coração

O primeiro gene ligado diretamente a ataques cardíacos foi isolado de uma família do Estado americano de Iowa, que sofre há gerações de problemas coronários. O gene, chamado MEF2A, desempenha um papel na prevenção do surgimento de placas nas paredes da artéria, disse o médico Eric J. Topol da Clínica Cleveland, chefe da equipe que descobriu o gene. As placas podem impedir o fluxo de sangue.?Este é o primeiro gene do ataque cardíaco?, disse Topol. ?Todas as pessoas que têm essa mutação genética estão destinadas a ter a doença. Se você não tem o gene (mutante) na família, você parece estar livre da doença?. Um relato da descoberta será publicado na revista Science.Topol disse que sua equipe analisou os genes de cerca de 100 membros de uma família na qual ataques cardíacos são comuns, geração após geração. Os cientistas descobriram que os membros com problemas cardíacos têm um gene MEF2A ao qual faltam certos fragmentos de DNA. Isso aparentemente causa o entupimento das artérias.Serão necessários novos estudos para determinar se o MEF2A também atua nos problemas cardíacos de pessoas fora das famílias onde a mutação ocorre.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.