Cientistas produzem 6 embriões sem fecundação

Pesquisadores escoceses anunciaram ter produzido seis embriões humanos sem fecundação dos óvulos por espermatozóides.Esta técnica, chamada de partenogênese, ou "concepção virgem", segundo a etimologia grega, consiste em estimular os óvulos, por impulsos elétricos e químicos, para provocar a divisão celular, como se tivessem sido fertilizados naturalmente.Os pesquisadores do Roslin Institute, em Edimburgo - criadores da ovelha Dolly, primeiro mamífero clonado a partir de uma célula adulta -, fizeram o teste com cerca de 300 óvulos, doados por diversas mulheres, mas só conseguiram produzir seis embriões.Tecnicamente, esses embriões, formados por cerca de 50 células cada um, não poderiam gerar um bebê, assegurou Paul de Sousa, um dos pesquisadores. Por esta razão, o método é considerado uma alternativa ao uso de embriões humanos para obtenção de células-tronco.Mas os seis embriões obtidos neste experimento ainda não puderam gerar as células-tronco necessárias para um eventual estudo de reparação de tecidos ou substituição de células. Seriam necessárias pelo menos 100 células-tronco em cada embrião."Neste momento, não conseguimos extrair as células-tronco desses embriões, mas este continua sendo nosso objetivo", precisou o cientista.As células-tronco, principalmente as embrionárias, são células dotadas do poder de se transformar em qualquer outra célula humana. Elas poderiam ser utilizadas no tratamento de várias doenças, como Alzheimer, Parkinson, diabete e outras.   leia mais sobre células-tronco

Agencia Estado,

12 de setembro de 2005 | 09h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.