Cientistas revelam sistema planetário parecido com o solar

Sistema tem dois planetas como Júpiter e Saturno em torno de estrela similar ao Sol

Paul Rincon, BBC

07 de abril de 2008 | 10h00

Cientistas britânicos descobriram um sistema planetário muito semelhante ao solar, orbitando uma estrela da metade do tamanho do Sol. O sistema, em torno da estrela OGLE-2006-BLG-109L, é mais compacto que o nosso e está a uma distância de cinco mil anos-luz da Terra. "É como uma versão em menor escala do nosso sistema solar", disse o astrônomo Martin Dominik, da Universidade St Andrews. "Encontramos um sistema com dois planetas com papel semelhante ao que Júpiter e Saturno desempenham no sistema solar. A estrela em torno do qual eles orbitam tem metade da massa do Sol, e eles orbitam à metade da distância que Júpiter e Saturno mantêm do Sol."     Segundo o pesquisador, a descoberta sugere que sistemas planetários como o nosso são mais comuns do que se imagina. "Eles podem ter se formado de maneira semelhante ao que ocorreu em nosso sistema solar. Se for o caso, nosso sistema solar pode não ser o único no Universo. Deve haver outros sistemas similares abrigando planetas como a Terra." Novas descobertas Embora quase 300 planetas extra-solares já tenham sido identificados, os astrônomos nunca conseguiram encontrar sistemas planetários semelhantes ao solar. Pelo que se sabe, apenas 10% dos sistemas até agora descobertos abrigam mais de um planeta, disse Dominik. Entretanto, a uma platéia presente no encontro nacional da Royal Astronomical Society, em Belfast, o astrônomo disse que os cientistas estão próximos de encontrar sistemas semelhantes ao solar. Segundo ele, a técnica tradicionalmente aplicada para identificar planetas tende a detectar grandes planetas de gás orbitando a uma curta distância de suas estrelas-mãe. Os planetas em torno da OGLE foram identificados através de uma nova técnica, que utiliza lentes gravitacionais. Dominik disse que os avanços tecnológicos devem fazer com que "em breve" novos sistemas planetários sejam descobertos. O objetivo dos cientistas, ele acrescentou, é encontrar corpos como a Terra ou Marte. No entanto, ele afirmou que dificilmente esse tipo de descoberta será feita na órbita da OGLE-2006-BLG-109L, porque o sistema está muito distante para permitir a observação de planetas do tamanho do nosso.  Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
astronomiasistema solar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.