Cientistas tentam entender por que sonda Spirit não responde

Geólogo robótico de seis rodas está agindo erraticamente desde o fim de semana; testes estão sendo realizados

AP,

29 de janeiro de 2009 | 17h53

Cientistas do Jet Propulsion Laboratory da Nasa em Pasadena, na Califórnia, estão tentando entender por que a sonda Spirit, em Marte, está agindo erraticamente.  Veja também: Subsolo de Marte pode ter condições para surgimento de vida O laboratório disse, em um comunicado na quarta-feira, 29, que a Spirit não notificou os controladores na Terra de sua orientação depois de rodar nesse fim de semana.  O geólogo robótico de seis rodas também não registrou suas atividades na memória.  Os cientistas estão realizando testes diagnósticos nesta semana para entender o problema. O laboratório diz que ele pode ser causado por raios cósmicos que atingem a parte eletrônica da sonda.  Spirit e sua gêmea Opportunity já ultrapassaram a expectativa dos cientistas desde que chegarem a Marte, em 2004. Eles esperavam que os robôs funcionassem por três meses.

Tudo o que sabemos sobre:
ciênciaNasaEspaçoMarte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.