Cientistas vão mapear vínculos genéticos entre povos

A National Geographic e a IBM anunciaram nesta quarta-feira um ambicioso projeto para escrever a história da colonização humana por meio de informações contidas no DNA. Cientistas de todo o mundo vão analisar, nos próximos cinco anos, a herança genética das células de aproximadamente 100 mil indivíduos, membros de populações indígenas ou nativas.A proposta é usar o DNA para contar como e quando os seres humanos colonizaram a Terra em seus movimentos migratórios, partindo da África. Ao final, espera-se ter um mapa contendo os vínculos genéticos entre os povos e as sucessivas gerações pelo mundo."Vemos isso como um passo gigantesco para a antropologia, usando a genética para preencher os vazios do conhecimento sobre a história humana", disse o diretor do projeto, Spencer Wells."Nos próximos cinco anos desencriptaremos esta história (contida no DNA), que atualmente corre o risco de se perder, já que os povos migram e se mesclam a uma velocidade muito superior à do passado", explicou.

Agencia Estado,

13 de abril de 2005 | 17h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.