Cirurgia em 'menina-deusa' dura 27 horas e é bem-sucedida

Menina nasce com quatro braços e quatro pernas e é operada por cerca de 30 profissionais na Índia

08 de novembro de 2007 | 08h49

Médicos indianos divulgaram nesta quinta-feira, 8, imagens do raio-x da menina que nasceu com quatro braços e quatro pernas e passou por uma cirurgia de 27 horas, na Índia. Cerca de 30 profissionais participaram da cirurgia da menina, que também nasceu com órgãos internos em excesso. Na quarta-feira, 7, médicos anunciaram que a cirurgia, que durou 27 horas, teve sucesso. Na cirurgia, Lakshmi Tatma foi separada da gêmea univitelina, que não tinha cabeça e não se desenvolveu.   Em um caso extremamente raro, as gêmeas não se separaram no útero e permaneceram ligadas pela pélvis. "Foi muito bem", disse o médico Mamta Patil, que participou da cirurgia no hospital Sparsh, de Bangalore (sul da Índia). A menina passará dois dias na UTI.     Os médicos disseram que a operação valeu o risco e que Lakshmi, que não conseguia andar, não teria muitas chances de passar da adolescência. "Disseram-nos que ela poderá levar uma vida normal após a operação. Estou simplesmente rezando por ela", disse Poonam, mãe de Lakshmi, a jornalistas.   Fotos: Associated Press

Tudo o que sabemos sobre:
ÍndiaLakshmi'menina-deusa'

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.