Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Com linguagem de sinais, gorila reclama de dor de dente

Quando a gorila Koko utilizou a linguagem dos sinais para avisar que estava com dor de dente, 12 especialistas - inclusive três dentistas - entraram rapidamente em ação. O resultado? Koko foi submetida a seu primeiro exame médico completo em cerca de 20 anos, teve o dente extraído e diagnóstico de excelente saúde. Há cerca de um mês, Koko avisou os zeladores na Fundação Gorila, em Woodside, que estava sentindo dores. Eles rapidamente construíram uma escala de um a dez para que ela explicasse a intensidade da dor. Quando ela começou a apontar persistentemente o nove e o dez na escala, uma consulta dentária foi marcada. Como a gorila de 135kg seria anestesiada, os médicos aproveitaram para realizar um exame completo. Gorilas mantidos em cativeiro vivem aproximadamente 50 anos e são suscetíveis a doenças cardíacas. "Koko é muito articulada", elogiou o voluntário Johnpaul Slater. "Ela nos disse que não estava bem e contou o quanto aquilo doía. Parecia ser chegado o momento de fazer alguma coisa." Koko, uma gorila de 33 anos, ficou famosa nos Estados Unidos por dominar perfeitamente uma linguagem de mais de mil sinais. Ela foi submetida a colonoscopia, exame ginecológico, consulta dentária, raios-X e ultrassom antes de os médicos declararem que ela está saudável.

Agencia Estado,

09 de agosto de 2004 | 17h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.