Com nomeação, Brasil passa a ter nove cardeais

Quatro dos cardeais brasileiros têm menos de 80 anos e poderão votar na eleição de um novo papa

17 de outubro de 2007 | 16h18

Com a nomeação do arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Scherer, de 58 anos, o Brasil passa a ter nove cardeais.   Destes, quatro - D. Geraldo Majella Agnelo, arcebispo de Salvador; D. Cláudio Hummes, chefe da Congregação para o Clero no Vaticano; D. Eusébio Oscar Scheid, arcebispo do Rio de Janeiro; e o próprio cardeal Scherer - têm menos de 80 anos e, portanto, são eleitores, em potencial, num futuro conclave para a escolha do sucessor de Bento XVI.   Veja, abaixo,  a lista atual dos cardeais brasileiros da Igreja Católica: Cardeal Eugênio de Araújo SalesArcebispo Emérito de São Sebastião do Rio de Janeiro - RJ   Cardeal Paulo Evaristo ArnsArcebispo Emérito de São Paulo - SP   Cardeal Aloísio LorscheiderArcebispo Emérito de Aparecida - SP   Cardeal José Freire FalcãoArcebispo Emérito de Brasília - DF   Cardeal Serafim Fernandes de AraújoArcebispo Emérito de Belo Horizonte - MG   Cardeal Geraldo Majella AgneloArcebispo de São Salvador da Bahia - BA   Cardeal Cláudio Hummes Chefe da Congregação para o Clero no Vaticano   Cardeal Eusébio Oscar ScheidArcebispo de São Sebastião do Rio de Janeiro - RJ   Cardeal Odilo SchererArcebispo de São Paulo - SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.