Companhia dá desconto em passagens para o espaço

XCOR Aerospace está vendendo viagens suborbitais a metade do preço da concorrência

Reuters

03 de dezembro de 2008 | 17h26

A corrida do turismo espacial ficou mais quente na terça-feira, 2, quando uma segunda companhia começou a oferecer passagens para viagens suborbitais a menos da metade do preço que sua concorrente, a Virgin Galactic. XCOR Aerospace Inc, da Califórnia, fez parceria com o operador Jules Klar para oferecer viagens em sua nave Lynx por US$ 95 mil.  A nave de dois lugares está em desenvolvimento no deserto de Mojave e vôos de teste estão marcados para 2010. O banqueiro Per Wimmer provavelmente fará o primeiro vôo quando as viagens pagas começarem em 2011.  O serviço é similar às viagens vendidas pela Virgin Galactic, que planeja operar uma frota de naves suborbitais com apoio na primeira nave espacial desenvolvida para uso privado, a SpaceShipOne. O designer Burt Rutan e sua empresa, Scaled Composites, construíram a SpaceShipOne em 2004 para ganhar um prêmio de US$ 10 milhões.  Rutan está supervisionando o desenvolvimento de uma nave com capacidade para sete pessoas conhecida como SpaceShipTwo para a Virgin Galactic, que está oferecendo vôos em gravidade zero a US$ 200 mil.  A Virgin Galactic espera começar seus vôos de teste em 2009 ou 2010, como os vôos comerciais vindo logo depois. Mais de 200 futuros passageiros já depositaram os valores de suas passagens desde que a empresa começou a vender em 2005.  Passageiros da Lynx vão voar na cabine ao lado do comandante. Richard Searfoss, que já fez três vôos pela Nasa, é o piloto da XCOR. A nave voa alto o suficiente para sair da atmosfera terrestre, mas não para entrar em órbita e o vôo leva menos de 30 minutos. Passageiros experimentarão cerca de um minuto de gravidade zero e, ao contyrário dos passageiros da Virgin, estarão amarrados e usando roupas espaciais pressurizadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.